• O que você esta procurando?

    » SÃO PAULO ALÉM DOS TÚMULOS



    Redação Anuncifácil

     

    SÃO PAULO ALÉM DOS TÚMULOS

     

    “São Paulo Além dos Túmulos” é um roteiro turístico que passa por vários locais ditos “assombrados” na capital paulista, criado pela Agência de Turismo Graffit, que tem o intuito de mostrar São Paulo de uma forma bem curiosa e fascinante, através de mitos e lendas, um passeio onde o nome pode até assustar, mas o principal objetivo é apresentar ao visitante, a grande metrópole sobre outra ótica, de forma bem curiosa e divertida, na verdade um roteiro cultural na maior cidade do país.

     

    Com saída do Largo do Arouche e duração de quatro horas, no caminho são contadas as estórias das “almas penadas” e “assombrações” que vagam pela cidade. No roteiro são visitados os Cemitérios do Araçá, do Redentor e o Cemitério da Consolação, onde estão sepultados, entre outras personalidades: a Marquesa de Santos, os presidentes, Campos Sales e Washington Luís, o industrial Conde Francisco Matarazzo, Tarsila do Amaral, Oswald de Andrade e Mário de Andrade entre outras figuras da história do Brasil.

     

    O passeio prossegue pelo o Vale do Anhangabaú, que já era visto como um lugar de mau agouro pelos indígenas (o rio que havia ali era chamado pelos índios de rio das águas do mau espírito); o antigo Largo da Forca, hoje Praça da Liberdade, onde fica a Igreja da Santa Cruz dos Enforcados; o Castelinho da Rua Apa, uma das mais famosas moradas de fantasmas da capital; no Largo São Francisco, o famoso túmulo de Júlio Frank, sepultado no pátio interno da Faculdade de Direito da USP.

     

    Ao passar pelo Teatro Municipal, os turistas mais sensíveis podem sentir a presença dos fantasmas dos artistas que pairam nos porões da casa; na Praça da Sé, encontramos o Palácio da Justiça e as almas injustiçadas; na Região da Luz, segundo a crendice popular, vagueiam espíritos perdidos e finalmente o sombrio Edifício Joelma, onde em 1974 cento e oitenta e oito pessoas morreram em um incêndio terrível. Durante o passeio são contadas pelos guias, histórias de “arrepiar os cabelos” e várias curiosidades da história de São Paulo e seus hábitos.

     

    O costume de se usar cemitérios como locais de lazer e visitação turística vem da Europa, cidades como Londres, na Inglaterra, Lisboa, em Portugal e Paris, na França, oferecem roteiros no mínimo curiosos em seus cemitérios. Em Paris, o Cemitério de Père-Lachaise, um dos mais famosos do mundo e o local mais visitado da cidade, perdendo apenas para a Torre Eiffel e o Museu do Louvre, estão sepultadas entre os mais de 100.000 túmulos e mausoléus, personalidades como o roqueiro Jim Morrison e o cantor francês Yves Montand, além de muitos outros “famosos”, como Balzac, La Fontaine, Molière, Sarah Bernhardt, Proust, Oscar Wilde, Danton, Edith Piaf, Irmãos Lumiére, Isadora Duncan, Chopin e Allan Kardec, o grande divulgador da doutrina espírita e um dos túmulos mais visitados do cemitério.

     

    Todos os anos, mais de dois milhões de pessoas passam pelo Père-Lachaise e por se tratar de uma área imensa, 43 hectares (cerca de 50 campos de futebol), a visita pode ser direcionada para um único tema, conhecer túmulos dos mestres da música, das artes ou da arquitetura, ou mesmo passar um tempo livre fazendo um piquenique, lendo um livro, ou mesmo como fazem muitos franceses... namorando.

     

    Quanto ao “São Paulo Além dos Túmulos”, nem preciso mencionar que tal programa tem uma longa lista de espera e o perfil dos visitantes são de jovens estudantes, curiosos, esotéricos e famílias que procuram além de diversão e cultura, conhecer mais afundo a arquitetura e a história de uma das cidades mais fascinantes o do planeta.

     

     

    Enio Trevizani

     


    Compartilhe esta matéria!


      





    » Curta a página do site Anuncifácil no Facebook



     



    »Publicidades

    Copyright © 2009 Anunci Fácil - Direitos Reservados - Cornélio Procópio - Paraná Site Desenvolvido por: AbusarWEB