• O que você esta procurando?

    » Mulher procura a PM de Cornélio Procópio para denunciar ex-marido violento que a persegue



    Redação Anuncifácil

     

    De acordo com o SD Sanches da Polícia Militar de Cornélio Procópio, por volta das 23 horas da noite de sábado (9), um mulher procurou 1ª Companhia, acompanhada de sua irmã, para denunciar o ex-marido, que uma pessoa violenta.

    Conforme relato do policial militar, de acordo com a mulher, momentos antes ela estava em seu local de trabalho quando avistou o carro do ex-marido estacionado próximo, o qual esta a perseguindo e tem histórico de agressões.

    Disse ainda que temendo por sua integridade física, visto que estava chegando de ir embora, chamou a sua irmã para acompanha-la até a sua casa.

    Com a chegada da irmã, ela deixou o local de trabalho e ao se dirigir para casa, foi surpreendida pelo ex-companheiro, que a puxou pelo braço, tentado forçar sua entrada no carro.

    A irmã tentou intervir, mas foi ameaçada pelo elemento, que esbouçou uma agressão e ele só a largou devido à presença de várias pessoas em um estabelecimento próximo, temendo que estes viessem em ajuda, informou a vítima, que desejou registrar uma queixa para que o ex-marido tenha consciência que o relacionamento acabou e que a deixe em paz, informou o SD Sanches.

    O policial militar salientou que infelizmente este não é um fato isolado, são várias ocorrências de desentendimento ou violência entre casais que a PM atende diariamente, algumas mais graves, outras somente uma discussão sem grande importância, porém há casos preocupantes, onde ocorre ameaças, agressões severas e até cárcere privado.

    O problema que na grande maioria dos casos, mesmo após acionar a PM, sendo o fato cabível, as vítimas agredidas físico ou psicologicamente acabam desistindo de representar contra seus companheiros, por pena de o ver preso, medo ou perda de garantia financeira, ficando sujeitas as a violência em suas casas.

    A orientação é que todo caso de violência, seja ela qual for, seja denunciada, pois as agressões tendem a piorar em virtude do controle sobre a vítima e podem evoluir e chegar a um Femicídio, que é um crime de ódio definido como o assassinato de mulheres, finalizou o SD Sanches.


    Compartilhe esta matéria!


      






    » Curta a página do site Anuncifácil no Facebook



     



    »Publicidades

    Copyright © 2009 Anunci Fácil - Direitos Reservados - Cornélio Procópio - Paraná Site Desenvolvido por: AbusarWEB