• O que você esta procurando?

    » Parceria entre Iapar, Neat/Uenp e Emater visa inovações tecnológicas para agricultura família do Norte Pioneiro



    Redação Anuncifácil

     

    No último dia 3, uma equipe de pesquisadores do Iapar (Instituto Agronômico do Paraná) realizou uma reunião para discutir uma parceria com o Neat (Núcleo de Estudos de Agroecologia e Territórios) e Emater (Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural) no Sistema Agroflorestal que está sendo implantado na Estação Agroecológica Experimental “Terra Livre” no Campus Luiz Meneghel da Uenp (Universidade Estadual do Norte do Paraná), em Bandeirantes.

    Para o Engenheiro Agrônomo líder do Programa de Agroecologia do Iapar, da Área de Fitotecnica, com pesquisa no controle de plantas daninhas, Dr. Luiz Antônio Odenath, a expectativa é utilizar a unidade experimental na proposta que já vem sendo desenvolvida dentro de uma instituição de ensino, para que os especialistas possam aplicar seus conhecimentos de forma que cheguem mais próximo aos agricultores locais.  “O trabalho na Uenp, através do Neat, é uma dinâmica rara, pois tem estufa, café, hortas e agrofloresta. Através deste modelo, podemos mobilizar estudantes, professores, pesquisadores, técnicos e especialmente os agricultores. O IAPAR está propondo participar como parceiro com seus profissionais nas áreas de frutíferas e florestal, e assim colaborar com o trabalho desenvolvido pelo NEAT. Estamos também considerando metodologias para futuramente realizarmos avaliações técnicas e econômicas no SAF disponibilizando mais informações sobre esse sistema”.

    O coordenador do Neat e anfitrião do encontro, Engenheiro Agrônomo, Prof. Dr. Rogério Macedo, apresentou os trabalhos que o núcleo vem desenvolvendo na área de agroecologia e produção orgânica, sobretudo no sistema agroflorestal na unidade de referência implantada na universidade. “Estamos nos esforçando para concretizar uma parceria com o Iapar que conta com pesquisadores que tem vasta experiência em inúmeras áreas da agricultura e portanto havendo interesse da parte deles de compartilhar o conhecimento que eles tem, vamos avançar mais no Norte Pioneiro”, acredita.

    O Neat e o Iapar já são parceiros em fóruns e reuniões de discussões agroecológicas. Ambos fazem parte da Comissão Paranaense de Produção Orgânica ligado ao Ministério da Agricultura. “O Iapar possui pesquisadores que são especialistas renomados em suas áreas. Nesse sentido, todos serão importantes nos estudos sobre o desenvolvimento do Sistema Agroflorestal (SAF) que estamos implantando. Mas, não é apenas isso, há também o desafio para eles próprios da capacidade de análise sistêmica, de todo ambiente, considerando as interações que ocorrem em uma floresta”.

    A Emater já é um parceiro estratégico do Neat e no SAF conta com a orientação do Engenheiro Agrônomo e extensionista, Felipe Spagnuolo, que apresentou na reunião o desenho do sistema. Sobre a possível parceria com o Iapar, Felipe acredita que seriam três pilares importantes. “Aproximar as três instituições, Uenp, Iapar e Emater, seria um grande avanço, pois compõem o ensino, a pesquisa e a extensão”.

    Participaram também da reunião os Engenheiros Agrônomos, Dr. Sérgio Luiz Colucci de Carvalho e Dra. Neusa Maria Colauto Stenzel, ambos atuantes na área de fruticultura, Dra. Telma Passini que é coordenadora da Área de Fitotecnia e controle de planta daninha, e o Engenheiro Florestal, Dr. Alex Carneiro Leal, que atua com pesquisas em seringueira, arborização de café e outras espécies florestais e os bolsistas do Neat, o biólogo, Me. Diego Contiero,  e os Engenheiros Agrônomos, Igor Graciano e Ma. Maria Eliza Brumatti Galiardi, e os estagiários, José Iesque, Luiz Antonio Garcia, Eli Dione Rodrigues Araujo e Diocla William Cavalheiro de Souza, estudantes de Agronomia da Unopar (Universidade do Norte do Paraná).

    “O ponto central desta parceria é criar alternativas viáveis de geração de renda para o agricultor familiar e se essa alternativa vem acompanhada de uma questão ambiental, de preservação da saúde da família e produção de alimentos saudáveis, ótimo, por que é com isso que a gente trabalha: agroecologia e produção orgânica”, finalizou Macedo.

    O pesquisador, Dr. Paulo Guilherme Ferreira Ribeiro, apresentou na reunião com o Neat o Baru, uma árvore que vem sendo explorada no cerrado e que pelos testes, se adapta bem ao clima local e ainda pode gerar renda com um manejo simples. “Aqui eu trago a opção do cultivo do Baru que é uma árvore que pode ter múltiplas aplicações. Do fruto se consome o epicarpo, que tem um aspecto adocicado e muito saboroso, a parte interna é a casca, que pode virar carvão e a parte mais interna é a castanha, que pode ser utilizada como uma noz, que já é exportada de Goiás para Europa. A árvore tem a capacidade de fixar nitrogênio no solo, pois é uma leguminosa e forma nódulos, tem uma raiz muito profunda e cresce relativamente bem, ela pode ser podada para produzir lenha e a longo prazo pode virar tábua para movelaria”, explicou Paulo Guilherme lembrando que existem genótipos precoces, podendo produzir o fruto em quatro anos.

    Na região norte do Paraná ela foi plantada em Londrina e segundo o pesquisador, está tendo um bom desempenho. Para o agricultor, é um produto de fácil manejo e o preço da castanha, na região de cerrado, é superior ao amendoim e fica semelhante ao valor das nozes pecam e macadâmia. “É uma planta rústica e o custo de produção é mais baixo. A coleta é feita quando o fruto cai no chão e em uma época do ano que não tem demanda por mão de obra que é no inverno”, contou.

    Para ele é uma planta ideal para um sistema agroflorestal e para teste e demonstração, o Iapar pretende oferecer mudas para serem plantadas nos próximos SAFs do Neat. “É muito interessante para o agricultor esta vitrine tecnológica que o Neat tem, pois aquele que almeja modificar o seu sistema tradicional de monocultura pode ver de perto uma alternativa funcionando. Com a parceria que pretendemos fazer, o agricultor também estará mais próximo quanto a pesquisa que o Iapar desenvolve”, acredita. (Jornalista: Daniani Souza / Foto: Jean Guerino)

     


    Compartilhe esta matéria!


      






    » Curta a página do site Anuncifácil no Facebook



     



    »Publicidades

    Copyright © 2009 Anunci Fácil - Direitos Reservados - Cornélio Procópio - Paraná Site Desenvolvido por: AbusarWEB